terça-feira, outubro 03, 2006

EXISTENCIA
A minha existência sempre foi díficil
Era atingida por tudo quanto era missil
Mas sempre me levantei
E nunca chorei
Por viver num mundo tão cruel
E que me faz desabafar num papel
Desde que comecei a sofrer
E o que ainda mais tenho até morrer
Mas nem tudo é sofrimento
Pois por isso tudo enfrento
Com a ajuda das pessoas que sempre amei
Desta forma nunca me enganei
Nas decisões que tomei
Pois sempre jurei
Ser amada e amar
É tudo aquilo que quero receber e dar...

3 comentários:

rui disse...

Sim o mundo é cruel, sim as pessoas são crueis, sim, por isso que sempre te admirei, por seres forte por fora. E tão fragil como a pocelana por dentro, sempre tive onde buscar a força e o bom senso. Agora sim, mostre a esse mundo e a essa gente quem tu és.

Nuno Eiras disse...

No dia que deixaste este poema, devias tar triste e frustada com alguma coisa. Porque senão não te tinhas expressado desta maneira... Mas sempre tens os bons amigos que te apoiam em tudo! Em boa parte da nossa vida somos felizes graças aos amigos e não á solidão que passamos. Obrigado por seres minha amiga! Beijos.

celio disse...

sem duvida :D mas tu mereces td de bom...gostei do poema e percebi em parte akilo q la tava escrito e o q representa pra ti =) beijos